ET Bilu, fato ou farsa?

Independente do que você acredita ou não sobre o assunto, conheça os acontecimentos que tornaram o “ET BILU” um fenômeno nacional, para concluir se são reais ou não, pois existe muita informação além de algumas avacalhadas e hostis reportagens de TV que trataram o tema com ironia.

O ET Bilu (como ficou conhecido popularmente) é uma suposta criatura extraterrestre que se manifesta em todo o Brasil, mas com maior frequência no município de Corguinho, no estado do Mato Grosso do Sul. O assunto ganhou popularidade em 2010, após ser abordado por várias emissoras de televisão como SBT, Rede Record, TV Bandeirantes e RedeTV!; nas quais as matérias foram conduzidas pela equipe ufológica do chamado Projeto Portal. Em certas reportagens, foram feitas imagens não muito nítidas da suposta criatura humanóide, que alega saber falar qualquer língua humana do planeta Terra e utiliza uma característica voz infantil para, de acordo com ela própria, provocar uma sensação de tranquilidade, pois a voz infantil acalma, ao contrário de uma voz adulta. Tal característica fez o ET Bilu virar um fenômeno na internet, com diversas paródias de suas manifestações e imitações de sua voz. Bilu afirma ser jovem (ter 4011 anos) e vir da Constelação de Pégasus. Ele fala atropeladamente e tem a habilidade de se tornar invisível, pois utiliza um reator em sua mão, que possibilita a ele levitar, teletransportar-se e poder estar em vários lugares ao mesmo tempo.

Vídeos das principais reportagens sobre o ET BILU: Continue lendo

Anúncios

Nova bactéria supera extremófilos

O que a ciência já sabia: A astrobiologia, ramo da ciência que estuda o surgimento, distribuição e evolução da vida no Universo, há muito tempo estuda os extremófilos, organismos que se desenvolvem em condições extremas (crateras de vulcão, picos de montanhas em altitudes com ar rarefeito, fundo dos oceanos sem presença de luz, etc.)

Os extremófilos sustentam a possibilidade de vida em planetas muito quentes (como Mercúrio) ou muito frios (como Netuno).

Nova descoberta da NASA quebra paradigmas: Continue lendo

Universo pode ter o triplo de estrelas

Astrônomos descobriram que existem muito mais estrelas pequenas e relativamente frias – chamadas anãs vermelhas – do que eles haviam calculado anteriormente.

A conta estava tão errada que o número total de estrelas no Universo pode ser três vezes maior.

Descoberto um maior número de Anãs Vermelhas: Continue lendo